Obras discutem armas de fogo ilegais

Duas obras expostas na Paralela 2010 têm como tema armas de fogo ilegais.

Para criar “Menos uma”, o brasiliense Milton Marques adquiriu um revólver calibre 32 ilegal e em condições de uso. A arma foi desmontada pelo artista que lhe deu uma nova finalidade: ao invés de munição, ela agora dispara palavras de reflexão. Para ler as frases, o visitante tem que se aproximar da pistola, colocando-se em uma posição de desconforto, de insegurança.

Já o paulistano Rafael Assef, apresenta fotografias de armas com registros irregulares que foram apreendidas pela polícia. A beleza das imagens se contrasta com os pequenos textos que as acompanham. São os dados do crime cometido com cada uma das armas fotografadas pelo artista.

Anúncios

Sobre paralela10

Em sua 5ª edição, a mostra reúne 82 artistas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, entre 22 de setembro a 28 de novembro de 2010, sob a curadoria de Paulo Reis
Esse post foi publicado em Bastidores e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s