Veja na Paralela 2010: Pedro Motta – série ‘Água Pesada’

Pedro Motta

Belo Horizonte, MG, Brasil, 1977

Vive e trabalha em Belo Horizonte, Brasil

Obra: S. T, da série Água pesada, 2010 (Impressão de tinta mineral sobre papel de algodão, 70 x 100 cm)

O espaço e o tempo remetem para o campo das ambigüidades, dispositivo de representação do imaginário. Água Pesada é uma expressão popular ribeirinha usada para indicar um perigo iminente no meio fluvial. Esse estado foi transportado para o trabalho onde confronta a idéia de peso e de um ambiente etéreo. As imagens produzidas pelo artista remetem a uma dicotomia, ora soam com fluidas, repletas de poesia, ora vem somar a uma representação de densidade obscura. O trabalho comunga entre o conceito de ausência e presença, entre o denso e o leve, entre a gravidade e a falta de gravidade dos elementos visuais.

Galeria Luisa Strina

Anúncios

Sobre paralela10

Em sua 5ª edição, a mostra reúne 82 artistas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, entre 22 de setembro a 28 de novembro de 2010, sob a curadoria de Paulo Reis
Esse post foi publicado em Bastidores e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s